Mostrando postagens com marcador os 13 porquês. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador os 13 porquês. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, maio 30, 2016

Resenha: Os 13 Porquês Jay Asher

Oi galerê, tudo bem? Como é que tá do lado daí? Tudo bem? Aqui na mesma correria de sempre, com mil ideias na cabeça pra postar, mas sem tempo pra por no papel. No último feriado selecionei alguma delas inclusive pra postar na quinta. Cheguei a comentar em um dos tweets, porém eu estava de viagem marcada e fiquei em débito, mais uma vez.

Como prometido (porque como dito promessa aqui é dívida) eu vim conversar sobre o último livro que terminei de ler, que inclusive já entrou em um post de resenha e fiz uma prévia lá no Tumbrl também.

Em primeiro lugar eu quero que vocês estejam com os psicológicos emocionalmente preparados pra quando estiverem nas últimas trinta páginas, porque já adianto que não vai ser nada fácil. Não vou cometer a audácia de dizer o que acontece no final, relaxem. Como eu já contei bastante a  história resumida, nesse post farei minha resenha mais crítica contando detalhadamente.

Quem acompanhou já viu que os principais personagens eram Clay e Hannah Becker e tudo que eu posso adiantar é que Hannah, tomou uns comprimidos e se matou. Mas por quê? Bom, no livro a gente percebe de início que a rotina dela estava pesada. Que ela não se sentia segura em lugar algum, tampouco em sua casa e esse livro não é mais um caso de estupro, embora seja mencionado no decorrer dele, mas o enfoque não é esse.

Hannah, como qualquer outra adolescente, teve várias paixonites, estudava em colégio fazendo o ensino médio, porém não tinha muitos amigos. Como toda adolescente foi vítima de fofoca. E fofoca pesada. Hannah prova o livro todo que são apenas fofocas, busca ajuda com tudo e todos menos com quem estava realmente disposto a estar do lado dela e adivinha quem era? Ah sim, as fitas. As fitas continham 13 histórias. Cada um com um destinatário diferente e como num jogo, quando acabassem de ouvir, teriam de repassar as fitas até que chegasse no último destinatário.

Como eu disse anteriormente, no finalzinho do livro você muda o jeito de pensar nas coisas. Vê que qualquer atitude errada que você toma olhando pro seu próprio umbigo, pode detonar com a vida de outra - e eu não tô só falando da vida de Hannah. No decorrer, várias histórias são contadas e é claro que o livro é só uma ficção. Apesar de cada fita ser destinada a uma pessoa, várias outras estão envolvidas nela. Adivinhem o que aconteceu? Eu não sou nada previsível. Eu terminei de ler o livro num ônibus e desabei em lágrimas hahahahahahah. Leiam gente, por favor. Esse é um livro que com toda certeza T-O-D-O mundo deveria ler.

Sinopse: "Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker - uma colega de classe e antiga paquera -, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento."  

E se você gostou e quiser comprar clique aqui.

Beijinhos, beijinhos 
até a próxima!

terça-feira, maio 17, 2016

Resenha: minha lista de livros pra 2016

Oiiii galerê. Como é que tá do lado daí? Tudo bem ? Mais uma vez dei uma desaparecidinha né ? Mas queria deixar claro que não abandonei os posts. Tenho vários projetos no Evernote pra fazer que acredito que ficará bem legal, vai dar aquela cara nova no blog que eu pretendia desde o início do ano e só como uma observação, quem quiser pedir post será bem-vinda qualquer ideia.

Hoje eu vim fazer um momento meio cultural com vocês, como prometido no post de mudanças de 2016. Bem, vocês já sabem, mas vou reforçar. No dia 31/12/2015, eu fiz uma pequena listinha de metas a serem cumpridas ao longo do ano e ler oito livros extras estavam presentes em um dos itens. Na faculdade, eu já tenho bastante contato com leitura pesada, então nesse momento eu peguei alguns com a finalidade de desligar do mundo. Pois bem. Estamos no mês de maio e já passei por cinco dos livros prometido. Hoje mesmo comprei mais um extra (jurei que um dia ainda faria desse livro o meu livro de cabeceira, risos).

A finalidade desse post é compartilhar um pouquinho do meu lazer com vocês e do que eu gosto de ler. Espero que gostem e se alguém já leu ou vai ler algum desses, pode deixar nos comentários.

1.Não sou uma dessas - Lena Dunham 
Confesso que fiquei um tanto decepcionada. Lena tem uma linguagem maravilhosa, escreve muito bem e dá cada detalhe perfeitamente de cada situação. Esse foi o problema. Detalhes demais, tornaram a leitura maçante. Não consegui terminar. O que foi bem triste, porque na época o livro rendeu uma picture bem legal hehehe. A pergunta que não quer calar é, se eu pretendo terminar de ler? Sim. Apesar de ter achado um pouquinho maçante como dito antes, a escritora é bem divertida ao contar sobre os relacionamentos contubardos  e as situações do dia a dia. O que me decepcionou no livro foi que não é uma leitura que te prende e você fica curiosa pelo final, como Melancia por exemplo, ou Quem é  você, Alasca? A questão é que o livro se refere a variadas fases da autora e acaba sendo mais demorado pra ler do que o normal. Pode ser a tradução também que é ruim, mas já li variadas resenhas sobre ele dizendo o quanto a blogueira gostou do livro, mas que também demoraram pra terminar.

Se você quiser o link pra comprar ou a resenha pra ler clique aqui.

2. Muito mais que 5 minutos - Kéfera Buchmann 
GENTEEEEEE, esse livro é o L I V R O. Não é só porque sou fã da Kéfera desde quando começou o canal. E tá certo que aquelas fotinhas engraçadas poderiam ter sido evitadas, porque ficou com a impressão de encher linguiça, mas cara... A Kéfera lida com o fato do bullying com bastante humor e todo mundo sabe que foi ela que escreveu. O que torna um livro de um YouTuber mais interessante por sinal. Eu sei que ela é muito criticada pelas polêmicas que ela lança às vezes, mas eu acompanhei o livro no Snapchat quando ela terminou de escrever e você via realmente o que ela tava sentindo com o lançamento dele. Comprem e leiam. Vale muito a pena. Demorei menos de dois dias pra terminá-lo.

3. O reino das vozes que não se calam - Carolina Munhóz e participação da Sophia Abraão 
Primeiro lugar eu quero que vocês tenham muito psicológico pra essa história. Apesar do livro da Kéfera ter sido uma excelente escolha, eu finalmente encontrei um livro no início do ano, cujo a história me prendesse e me fizesse ter pena de acabar. Porque livro bom comigo é assim hauhuahuaha. Bom, esse é uma ficção. A primeira ficção que li no ano. O livro é maravilhoso e envolve duas dimensões. Envolve bandas famosas e uma menina que sofreu com as antigas amizades. Se você quer saber, a gente acaba se envolvendo com a Sophie, mas foi nessa desilusão que ela encontrou a segunda dimensão, onde ela via como seu lar e onde ela vai descobrir uma nova vida. "Seria capaz de abandona-la?" Ao decorrer do livro a pergunta da sinopse te invade. E o final, é o mais apaixonante de todos. E sabem o que é melhor? SIMMMMM. O livro tem continuação. Muito obrigada Carolina hahahhaa - intima como nunca. Não, eu ainda não li e não sei se entrará na minha lista pra esse ano, mas pretendo ler muito em breve e rápido.

4. Harry Potter e a Pedra Filosofal - J.K. Rowling
Num mundo trouxa onde não tenha uma só criança que não tenha ouvido falar sobre o bruxinho, falar que eu sou uma eterna fã e nunca ter lido até segunda ordem o primeiro livro da saga é até vergonha. Eu tentei ler quando era criança, mas eu era muito apaixonada pelos filmes e não conseguia gostar dos livros. Depois, caaara. Que tempo perdido. Não que o filme seja bosta. Pelo contrário, sou uma Potterish de carteirinha, mas pela minha burrice nunca conclui os livros (já li três deles). Harry é um órfão que vive debaixo da escada dos Dursley e que de repente tudo muda, quando ele faz idade pra ir pra Hogwarts e a partir daí, nem preciso dizer que tudo muda né? Ok, essa sinopse resumida aí foi só porque não resisto mesmo e também porque não dá pra não falar por inteiro de Harry Potter né ?

5. Os 13 porquês Jay Asher
Esse livro ainda vai me render um post quando eu terminar e umas boas fotos, porque já fiz várias hahaha. Hannah Becker era uma garota nova na cidade e disputada por muitos garotos. Eram 13 fitas. Sete histórias. Havia Clay, que no decorrer do livro mostra-se apaixonado por ela. Havia um suicídio. Por que Hannah teria se matado ? Esse livro, é o que eu ando lendo atualmente e me rendeu um post no Tumbrl também. Foi uma pequena resenha que eu fiz que gostaria de falar o quanto esse livro é maravilhoso. Juro que quando terminar (o que não falta muito) eu farei um post completo pra vocês dele. Incluirá minha opinião, nota na escala de 1 a 10, comentários sobre a história e tudo de mais completo possível.

Como dito anteriormente, eu comprei mais um hoje e farei suspense (menos pra quem me acompanha no Snapchat) até semana que vem, que lançarei um post sobre esse livro fantástico. Espero que tenham gostado e ainda faltam três livros pra escolher. Já tenho alguns em mente, mas não revelarei nada por enquanto.

Beijinhos, beijinhos e até a próxima 
xoxo