segunda-feira, abril 10, 2017

A necessidade de um último adeus! É pra dar saudade ... A vida tem dessas mesmo.

LEIA OUVINDO OS PARALAMAS DO SUCESSO - AONDE QUER QUE EU VÁ 


A vida tem dessas às vezes... Já sentiu como se todos os seus sonhos estivessem em uma pessoa e por um acaso, ou ironia do mundo, você precisa dizer adeus com a mais pura consciência ? A distância é mesmo de deixar muitos caquinhos por aí... Cacos que talvez, jamais serão reconstruídos.

Você com certeza já disse um adeus desse. Seja pra um parente, seja pra um amigo ou seja pra um grande amor da sua vida. A vida às vezes da umas reviravoltas e te mostra quem sempre esteve do seu lado e numa dessas você se apaixona secretamente (pelo menos na sua doce e ingênua cabeça) e outras vezes você tem que abrir mão dessa pessoa, porque a vida te atrapalha a ficar com ela, ou como vocês preferirem, posso citar aquele clichê bizarro de quem não consegue o que quer: "não era pra ser."

A verdade é que nunca sabemos quando é pra saber, a certeza que temos é que quem quer vai dar um jeito e é numa dessas que você finalmente acerta. A vida tem dessas mesmo... Te faz criar expectativas como se não houvesse amanhã, mas quando o despertador toca as 06:15... É houve um amanhã e um amanhã em que você aprendeu vivendo que a saudade machuca, porque fora mais um mês sem seu "oi, bom dia" na tela do celular e numa dessas, o encanto se quebra.

É preciso lidar com idas e vindas. A vida tem dessas mesmo... Às vezes você perde alguém que mexe com você e às vezes ganha outra. Numa dessas, você acha morada em um lugar e quando chega a hora de dar o famoso adeus, as palavras nunca saem por inteiro. Talvez, se você nunca sentiu o famoso nó na garganta, precise perder alguém pra sentir isso, ou talvez, o fato de saber que a partir daquele horário o ônibus que partiu levou alguém que não volta mais. 

É preciso saber dizer adeus... Dizer adeus e continuar forte, porque mais uma vez, a vida tem dessas às vezes, mas com o tempo seu coração costuma dizer adeus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário